Menu Close

RADIOCOMUNICAÇÃO

Radiocomunicação

 O que é radiocomunicação?

Radiocomunicação é o termo genérico utilizado para definir o meio de comunicação via rádio.

A  radiocomunicação pode ser de dados (internet via rádio, sistemas de transmissão de dados) ou de voz (rádios que transmitem conversações). Existem várias finalidades como o radioamadorismo, radiocomunicação comercial, supervisão e controle, serviço de rádio-táxi, móvel marítimo, móvel aeronáutico, entre outros.

O objeto de nosso trabalho é a radiocomunicação comercial, que se destina à coordenação de grupos de trabalho para fins de produção de bens e serviços. Nosso público é formado na grande maioria por empresas, portanto é correto afirmar que atendemos o segmento corporativo, empresas de médio e pequeno porte e em raros casos pessoa física, como produtores rurais e autônomos.

 No que a radiocomunicação difere de outros meios de comunicação?

Comunicação em grupo de 10, 20, 30 ou mais pessoas integradas no mesmo canal, muito utilizada por concessionárias de água, eletricidade, segurança pública, indústrias de grande, médio e pequeno porte. Interação imediata de todos com todos. Diferente de operadoras de celulares onde o serviço é de no máximo até três usuários. Outra vantagem é que o serviço pode ser moldado exatamente à necessidade do cliente.omos.

Quais são as vantagens da radiocomunicação sobre os outros meios de comunicação? E as desvantagens?

A radiocomunicação comercial tem muitas vantagens sobre outros meios de comunicação:

  • a) O serviço não é tarifado, após o investimento no equipamento utiliza-se à vontade 24 hora por dia sem custos adicionais.
  • b) pode ser customizada sob medida com o objetivo de atender a necessidade de sua empresa.
  • c) instrumento eficaz na coordenação de equipes e frentes de trabalho, já que todos os usuários se inteiram em tempo real do andamento do serviço.
  • d) durabilidade do equipamento de pelo menos cinco anos, ao contrário de aparelhos celulares/nextel.
  • e) robustez: os equipamentos profissionais de boa qualidade atendem aos requisitos de normas militares no que diz respeito a temperatura e impacto, tornando o custo/beneficio ainda mais atraente.

A radiocomunicação demanda que tipo de investimento, e em que monta?

Os valores são diretamente proporcionais a quantidade de terminais e a área de cobertura que se pretende prover. Existem rádios portáteis, móveis, fixos, repetidores. Cada um deles tem por finalidade a execução de uma tarefa específica e de modo geral compõem um sistema. Os sistemas variam de complexidade conforme a necessidade do cliente. Há sistemas simples formados apenas por rádios portáteis, podemos citar como exemplo os rádios que operam em estacionamentos, supermercados, etc. Há sistemas mais complexos como os que operam em shoppings centers, neles existem uma repetidora ou mais dependendo da estrutura do prédio, andares, subsolos, geralmente existe um rádio base que monitora e distribui tarefas entre as diversas frentes de trabalho, manutenção, limpeza, segurança entre outras. Há sistemas com complexidade maior. Tais casos geralmente se aplicam a clientes corporativos. A Cesp, por exemplo, tem um sistema cuja cobertura abrange grande parte do Estado de São Paulo, possui muitas repetidoras, que interligam regiões transmitindo os sinais de uma localidade à outra e assim sucessivamente. Quanto à modulação os sistemas podem ser analógicos ou digitais.

(Fonte:https://radiocomunicacao.net.br/radiocomunicacao/)